O que visitar: Museu de História Natural de Sintra | Águalmel Sintra
Loading...

Monumentos

O que visitar: Museu de História Natural de Sintra

Museu de História Natural de Sintra

O Museu de História Natural de Sintra localiza-se no Centro Histórico da Vila de Sintra, num edifício do século XIX. Nele, está patente uma exposição de longa duração, das mãos do colecionador Miguel Barbosa e de sua mulher, Fernanda Barbosa. Durante cerca de 50 anos, reuniram um acervo único composto por milhares de fósseis de valor cultural e científico incalculável.

Este Museu conta, para além da Sala de Exposição Permanente, com uma Sala de Exposições Temporárias, uma Reserva e Laboratório.

O espaço expositivo tem uma apresentação dinâmica, recorrendo a conceções de mobiliário e equipamento assentes na modernidade. O Serviço Educativo tem como ponto de partida a exposição permanente para “contar uma história” que começa com a formação da Terra Primitiva e as mutações que esta sofreu ao longo de milhões de anos no decorrer das diferentes Épocas Geológicas, desde o Pré-Câmbrico ao Quaternário, mostrando toda a evolução da vida através das Coleções Municipais de Paleontologia, Mineralogia, Malacologia e Petrografia oriundas das mais diversificadas partes do mundo.

A constituição deste estabelecimento museológico, teve e tem por base as milhares de peças de enorme importância científica. A unidade conta com diversas valências, explorando as vertentes lúdica e didática.

Com a criação desta unidade, Sintra conta com mais um equipamento cultural de elevada qualidade.

O que ver?

Este é o quarto Museu de História Natural constituído na Região da Grande Lisboa, sendo, contudo, o mais moderno e o mais universal quanto à proveniência das suas peças, abrangendo estas todos os continentes da Terra. Destacam-se, de entre os mais de 10.000 fósseis do Museu, uma soberba Coleção de Trilobites e alguns exemplares raros e muito bem conservados de Dinossáurios. Também a grande beleza dos minerais com peças ainda em rocha, e outras isoladas e lapidadas que são uma atração.

Na Coleção de Malacologia, salientam-se os Bivalves e alguns Gastrópodes, de proveniências diversas. Por fim, na Coleção de Petrografia, encontram-se representadas, não só as principais rochas do território nacional, como, igualmente, pela sua raridade e importância, as rochas provenientes do Espaço, os denominados meteoritos, com enfoque para o célebre Meteorito de Nantan (China), cujo impacto com a Terra vem já referenciado em documentos do século XVI.

É no Museu de História Natural de Sintra que se pode ver o holótipo, espécime tipo, Barbosannia Gracillirostris. Esta nova espécie e género de pterossauro deve o seu nome científico a Miguel Barbosa, pois foi ele que trouxe até ao mundo científico este exemplar fóssil o qual foi estudado na Alemanha, no  Staatliches Museum für Naturkunde Karlsruhe, através de uma parceria estabelecida entre a Edilidade e o referido Museu.

Este Museu, que se quis moderno, apelativo funcional, didático e cientificamente atuante está à inteira disposição de todos os interessados.

Fonte: CMSINTRA